Quais são as leis de Ohm?

 Os resistores oferecem certa dificuldade à passagem da corrente elétrica, que denominamos resistência elétrica do condutor. O cientista alemão George Simon Ohm (1789-1854), por meio de vários experimentos pôde observar que entre dois pontos de um material percorrido por uma corrente elétrica, existe uma proporcionalidade entre a corrente que circula e a diferença de potencial aplicada ao material. Toda vez que se variar a tensão no circuito, a corrente também irá  variar proporcionalmente, isto é, se aumentarmos a tensão, a corrente também irá aumentar; se diminuirmos a tensão, a corrente também irá diminuir.

 Foi também observado que, se a tensão fosse mantida constante, a corrente apenas varia à medida que a resistência elétrica é variada de forma inversa.

Dessa forma, chegou-se ao que é a primeira lei de Ohm:

“A intensidade da corrente que percorre um condutor é diretamente proporcional à ddp que a ocasionou, e inversamente proporcional à resistência elétrica do condutor.”

formula 4 300x35 - Quais são as leis de Ohm?

Onde:

I: Corrente elétrica

R: Resistência elétrica

V: Tensão elétrica

 Ohm também realizou estudos a fim de analisar o comportamento da resistência elétrica nos materiais, variando a resistência de quatro formas diferentes, conforme descrito abaixo:

1° Condição: Foi aplicada uma mesma diferença de potencial (ddp) em dois condutores com mesma área, comprimento e material. Constatou-se que a intensidade da corrente elétrica percorrida nos dois condutores foi a mesma.

2° Condição: Foi aplicada uma mesma diferença de potencial (ddp) em dois condutores com mesmo comprimento e material, mas a área do segundo sendo o dobro do primeiro. Constatou-se um aumento da intensidade da corrente elétrica no segundo condutor.

3° Condição: Foi aplicada uma mesma diferença de potencial (ddp) em dois condutores com mesmo material e área, porém o comprimento do segundo sendo o dobro do primeiro. Constatou-se uma diminuição da intensidade da corrente elétrica no segundo condutor.

4° Condição: Foi aplicada uma mesma diferença de potencial (ddp) em dois condutores com o mesmo comprimento e área, porém de materiais diferentes. Constatou-se que a intensidade da corrente elétrica de cada material é diferente.

 Com essas experiências, Ohm observou que a variação da resistência depende do material, do comprimento e da área, e chegou a seguinte conclusão, conhecida com a segunda lei de Ohm:

“A resistência elétrica do condutor é diretamente proporcional ao seu comprimento, inversamente proporcional a sua secção e depende ainda do material com que é feito este condutor. ”

resistividade - Quais são as leis de Ohm?

Onde:

R: Resistência

ρ: Resistividade

L: Comprimento

A: Área

Gostou? Compartilhe!
Updated: 17 de janeiro de 2019 — 19:41