O que é e como funciona um fluxostato?

 O fluxostato é um dispositivo capaz de detectar a ausência ou presença de fluidos em tubulações. É muito comum ser visto utilizado em tubulações com líquidos, como água, mas pode ser aplicado em instalações com gases e ar.

Como funciona um fluxostato?

 Havendo fluxo no interior do tubo, ou seja, um movimento constante de um fluido, o fluxostato irá detectar este fluxo e comutar seus contatos, podendo ligar, desligar algum equipamento ou sinalizar alguma situação em um circuito elétrico.

 Existem os fluxostatos compostos por um mecanismo com uma palheta, onde a passagem do fluido numa determinada velocidade desloca essa palheta, que aciona um interruptor, que comuta os seus contatos. Existe a possibilidade de ajuste de sensibilidade da palheta, de forma que a mesma possa atuar em determinadas condições de velocidade de fluxo ou não. Esse tipo de fluxostato possui um funcionamento similar a um chave fim de curso.

o que e um fluxostato fluxostato de palheta - O que é e como funciona um fluxostato?

 Existem também os fluxostatos calorimétricos, que utilizam o efeito de resfriamento do fluido para monitorar a taxa de fluxo. Esse modelo de fluxostato não possui uma palheta, e sim uma ponta com um sensor, onde são abrigados dois transistores e um elemento de aquecimento.

 Um transistor está localizado na ponta do sensor, mais próximo do fluido que flui. Este transistor é usado para detectar mudanças na velocidade do líquido. O segundo transistor é ligado à parede cilíndrica e é uma referência para condições de fluido ambiente.

 A quantidade de energia térmica que é removida da ponta é determinada pela taxa de fluxo local. Este princípio operacional baseado em temperatura pode detectar com segurança o fluxo de praticamente qualquer fluido.

 Para fazer o fluxo de sentido do sensor, é necessário aquecer um dos transistores na sonda. Quando a energia é aplicada, a ponta da sonda é aquecida. Quando o fluido começa a fluir, o calor será levado da ponta do sensor. O resfriamento do primeiro transistor é uma função de quão rápido o calor é conduzido pelo líquido que flui.

 A diferença de temperatura entre os dois transistores fornece uma medição da velocidade do fluido após a sonda do sensor. Quando a velocidade do fluido é alta, o diferencial de temperatura é pequeno. Como a velocidade do fluido diminui, há um aumento na temperatura diferencial.

o que e um fluxostato fluxostato calorimetrico - O que é e como funciona um fluxostato?

Onde o fluxostato é utilizado?

 O fluxostato é utilizado sempre que se torne necessário detectar a presença ou a ausência de fluxo em diversos tipos de instalações, como instalações de combate à incêndio, instalações de aquecimento e resfriamento, regulação de equipamentos para dosagem de aditivos na água, instalações de tratamento de água, instalações de climatização, entre outras.

 No caso de instalações com água, nem sempre o fluxo através do cano é constante a todo o momento, havendo picos de pressão e fluxo constantemente. Situações em que esses picos de fluxos podem ser desconsiderados pode-se utilizar como recurso, instalar um relé temporizador juntamente com o fluxostato.

 Dessa forma, caso o fluxostato atue devido uma situação anormal por falta de fluxo, o mesmo energiza o relé termporizador, que irá contar o tempo e ligar, desligar e/ou sinalizar no circuito. Caso a atuação do fluxostato seja muito rápida, provocada por um pico de fluxo, o relé temporizador não ficará energizado tempo suficiente para contagem de seu tempo, não interferindo no circuito monitorado.

Gostou? Compartilhe!
Updated: 30 de julho de 2019 — 21:33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *